ARROLAMENTO DE BENS

 

 

Excelentíssimo(a) Senhor(a) Doutor(a) Juiz(íza) de Direito da...... Vara de Família e Sucessões da Comarca de...........................

 

 

 

 

 

.... (Qualificação)...., viúva de.... (qualificação do de cujus)...., que faleceu ab intestato no dia.... (doc. 1), vem perante Vossa Excelência, por intermédio de seu procurador, que subscreve a presente (instrumento de mandato incluso, doc. 2), requerer seja processado o arrolamento dos bens deixados pelo de cujus, nos termos dos arts. 1.031 a 1.038 do Código de Processo Civil, formulando, em princípio, as seguintes declarações:

I - que é viúva e meeira do falecido, sendo seu casamento celebrado sob o regime de comunhão de bens (doc. 3);

II - que tem um único filho.... (qualificação)...., (doc. 4), cuja citação se dispensa por ser comum o advogado de ambos;

III - que, nos termos do Art. 990, I, do Código de Processo Civil, por ser cônjuge supérstite que convivia com o de cujus por ocasião de seu falecimento, compete-lhe, de pleno direito, a inventariança;

IV - que os bens a inventariar são os seguintes.... (especificar e dar o valor)....

Em face do exposto, requer lhe seja deferida a inventariança, com assinatura do termo respectivo, bem como seja citada a Fazenda Pública, com dispensa da avaliação, se esta concordar com os valores atribuídos aos imóveis.

 

Termos em que

P. Deferimento